Blog de Marketing Digital

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS POR E-EMAIL

O que é EAT e como ele pode afetar o tráfego orgânico em seu site?

De acordo uma pesquisa realizada pela PQ Media, o marketing de conteúdo cresce 15% ao ano desde 2015 e movimenta mais de U$30 bilhões. Além disso, a entidade prevê que esse mercado cresça 14% ao ano até 2021.

As estratégias de SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca) ganham cada vez mais espaço no mercado de marketing digital.

No entanto, os profissionais que atuam nessa área deverão estar atualizados sobre o que é EAT para continuar se beneficiando dessa estratégia. 

O EAT veio como uma alternativa para combater a disseminação de informações equivocadas pela internet. Sabe-se que, atualmente, as pessoas possuem acesso a diversos conteúdos no ambiente virtual. Entretanto, muitas dessas informações não têm embasamento científico, comprovação ou confiabilidade. 

Um exemplo disso são inúmeros conteúdos sobre dados médicos, jurídicos e financeiros que não gozam de nenhuma credibilidade. Sendo assim, o Google aprimorou algoritmos e fatores de ranqueamento de modo a destacar sites e blogues que atendam a um conjunto de critérios e possam entregar aos usuários informações com qualidade.

Se você ficou interessado pelo assunto, continue acompanhando o post e saiba o que é EAT! 🤓

O que é EAT?

EAT é a sigla para Expertise, Authority e Trust que, traduzido literalmente para a língua portuguesa, significa Especialização, Autoridade e Confiança. Essa tríade compõe o Quality Raters Guideline (QRG), que representa as diretrizes de qualidade recomendadas pelo Google

Desse modo, é a partir da somatória desses três aspectos que o buscador tem a possibilidade de atribuir ou não qualidade aos sites que distribuem conteúdo pela internet

Como o Google identifica o EAT?

Não foram divulgados detalhes sobre como o algoritmo do buscador funciona exatamente. Especialistas na área, por sua vez, destacam alguns aspectos que, com certeza, influenciam no ranqueamento de qualidade. Veja a seguir!

Referência

Para que o conteúdo atenda aos critérios exigidos pelo Google, é necessário que a informação seja proveniente de um especialista que seja autoridade no assunto e que se embase em evidências científicas. 

É possível verificar esse fator a partir do quantitativo de backlinks de diferentes sites que levam a uma determinada página, a qual é identificada por distintos redatores de conteúdo como uma referência no assunto. 

Desse modo, essa página, que é significativamente referenciada, é caracterizada como de alta qualidade, bem como os conteúdos que as citam. 📚

Conteúdo atualizado

Como as informações e a ciência estão evoluindo e se transformando constantemente, muitas vezes um conteúdo aparado por um especialista pode ficar desatualizado com o passar do tempo e fornecer informações equivocadas.

Sendo assim, outra forma de o Google identificar a qualidade dos posts é a frequência das atualizações. Porém, não basta que o conteúdo tenha sido alterado recentemente. Ele deve atender a esse fator em conjunto com o item mencionado acima. 🆕

Reputação

Por fim, outro aspecto de suma importância na qualidade de um conteúdo é a reputação da empresa. Os especialistas indicam que as formas pelas quais o Google pode identificar esse fator é a partir dos comentários dos clientes nas redes sociais, bem como menções em veículos de comunicação de grande impacto, tais como O Globo, Época, Veja, entre outros. ⭐

Qual é a importância do EAT para produtores de conteúdo?

Como você pode notar, dominar o que é EAT e como ele afeta o tráfego orgânico do seu site é de suma importância para que você continue mantendo o seu negócio competitivo a partir de estratégias de SEO.

Dificilmente conteúdos sobre temas menos sensíveis  serão afetados de forma expressiva pelo novo algoritmo do Google. Segmentos da medicina, direito e economia, por sua vez, deverão tomar os cuidados necessários. 

Caso contrário, como você pôde perceber a partir do que já foi exposto, o impacto será sentido na queda de visitas à página e na conversão de leads em clientes. As páginas destes segmentos que receberão os melhores posicionamentos orgânicos serão aquelas que atendam aos critérios estabelecidos por esse novo cenário. 

Portanto, a importância sobre o que é EAT para os produtores de conteúdo está intrinsecamente vinculada a uma nova relação com o público. Este sentirá mais confiança nas informações obtidas e na manutenção de setores específicos que produzem conteúdo sobre temas mais sensíveis. 💲

Como melhorar o E-A-T?

Agora que você já sabe o que é EAT, listamos formas de você se adequar a esse novo algoritmo do Google e continuar produzindo conteúdo sobre o seu ramo:

Invista em uma boa avaliação

Como apontado acima, uma boa avaliação, tanto de clientes como de meios de comunicação renomados, é um fator fundamental para a qualidade de seu conteúdo. Sendo assim, faça um levantamento sobre os comentários em todos os seus canais de comunicação com clientes e identifique como está a sua avaliação perante o público-alvo, a fim de conseguir aprimorar a experiência do seu cliente.

Além disso, invista em ações que promovam o destaque da sua marca na imprensa em geral, como atividades ambientais, sociais ou culturais, por exemplo. 🗣️

Faça uso da Wikipédia

Neste ponto, você pode tanto recorrer a menções na Wikipédia quanto possuir a sua própria página. Para obter menções na Wikipédia, você mesmo pode mencionar a sua empresa, marca ou expertise em artigos que tenham relação. Nesse caso, é fundamental o bom senso, pois acusada qualquer identificação de autopromoção a informação editada é retirada da página.

Já para obter uma página na Wikipédia que fale da sua empresa, é necessário que todas as informações fornecidas sejam passíveis de verificação por fontes confiáveis. 🧐

Seja referenciado por outros sites

Ser considerado autoridade em algum assunto é o que fará você se destacar. Desse modo, invista em uma pesquisa original ou colabore com uma.

Além disso, se uma pesquisa de campo for custosa, mesmo que você colabore com alguém, há diversos bancos de dados grátis pela internet que fornecem informações quantitativas sobre diversos assuntos. Com eles, você pode apenas realizar o tratamento dos dados, ou seja, uma análise, e publicar uma informação atualizada sobre determinado assunto. 

Além disso, você pode entrevistar especialistas e trazer o conteúdo em seu site a fim de que o profissional trace um panorama atual sobre o assunto. 👩‍🔬

Essas foram as principais informações sobre o que é EAT e como esse novo algoritmo irá influenciar no tráfego orgânico de sites. Se gostou do post, compartilhe com seus amigos, para que todos se mantenham informados sobre essas mudanças.

Sobre o Autor

Meu nome é Fernando Barcellos, Gerente de Projetos de Marketing Digital aqui na Primesoft.

Espero ter ajudado sua empresa com o conteúdo desta publicação!

Caso você queira esclarecer alguma dúvida ou tenha sugestões para novos posts, entre em contato conosco ou deixe um comentário. É sempre um prazer conversar com os leitores aqui do Blog.

Bons negócios e até a próxima!

Fernando Barcellos - Gerente Projetos Marketing Digital
Serviço Otimização de SEO - PrimesoftServiço Otimização de SEO - Primesoft

💸 Tráfego Orgânico é sempre mais Barato

Você gostaria de crescer o faturamento da sua empresa sem a necessidade de pagar por cliques em campanhas de anúncios? Caso esse questionamento faça sentido para o seu negócio, você PRECISA ampliar as ações em otimização de SEO. Se você ainda não é familiarizado com o termo, SEO (Search Engine Optimization), como a própria tradução sugere, é a otimização do seu site para os motores de busca (Google, por exemplo). Um conjunto de técnicas que contribuem para que os algoritmos dos buscadores melhorem o posicionamento orgânico de uma página para determinada palavra-chave pesquisada. Como resultado do emprego destas otimizações, o site da sua empresa passará a receber tráfego orgânico qualificado, algo que pode fazer uma verdadeira revolução em suas vendas.

Entre em contato conosco

Quer receber mais conteúdos como esse em seu e-mail?

Preencha o formulário abaixo para receber nossos conteúdos e torne-se um membro da comunidade PRIME!
Informe o seu nome.
Informe o nome da empresa.
Informe um e-mail válido.