Blog de Marketing Digital

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS POR E-EMAIL

O que é e como funciona o Google Shopping?

Trata-se, de forma bastante intuitiva, de uma vitrine virtual de produtos comercializados por lojistas que, geralmente, pagam para ocupar esse espaço e contar com uma posição privilegiada para a sua exibição quando um usuário buscar pelo termo correspondente.

Já faz algum tempo que quem pesquisa por um produto no buscador mais famoso do mundo, o Google, tem, como resultado privilegiado da pesquisa, esse produto sendo anunciado por diferentes vendedores através do Google Shopping. Sendo assim, fica fácil responder à pergunta: o que é o Google Shopping?

Trata-se, de forma bastante intuitiva, de uma vitrine virtual de produtos comercializados por lojistas que, geralmente, pagam para ocupar esse espaço e contar com uma posição privilegiada para a sua exibição quando um usuário buscar pelo termo correspondente. Seu lançamento ocorreu em 2011 e compartilha diversas semelhanças com ferramentas como o Buscapé e o Zoom, por exemplo. É apenas mais um dos diversos serviços que o Google oferece para quem acredita na força do marketing digital e na revolução que a internet provocou nas vendas de qualquer empreendimento. 

Agora que você já sabe que o Google Shopping é, resumidamente, uma vitrine virtual de diversos produtos incorporada ao próprio buscador, deve estar se perguntando: mas como funciona o Google Shopping? Basta continuar a leitura para conferir a resposta para essa e outras dúvidas quanto a esse serviço fenomenal da gigante da internet! 🤓

Como funciona o Google Shopping?

Vamos explicar como o Google Shopping funciona de maneira ilustrativa. Você pode escolher qualquer produto, digitar no buscador e clicar em enter para visualizar. Como exemplo, vou pesquisar pelo termo air fryer, uma fritadeira elétrica sem óleo que é produzida por diversas marcas e comercializada por diferentes lojas de varejo pelo Brasil.

Google Shooping

É possível perceber que existe algo de diferente – e que chama bastante a atenção – em relação às buscas por outros termos que não se referem especificamente a produtos, como “escolas técnicas” ou simplesmente “marketing”, não é mesmo? Os primeiros resultados da minha busca, que vêm mesmo antes dos links patrocinados, são versões de produtos que correspondem a uma air fryer. Trata-se, pois, do Google Shopping entrando em ação.

Uma relação de fritadeiras elétricas – as air fryers – são dispostas umas ao lado das outras, exibindo imagem, nome do produto, preço e nome do lojista. Pode-se perceber, ainda, no primeiro produto exibido – do lojista Magazine Luíza – um indicativo de que é possível retirá-lo amanhã na loja. No canto direito da página, há um botão com flechas rumo à direita, indicando que existem mais produtos a serem mostrados pela ferramenta.

E isso é só uma prévia da ferramenta – como o Google Shopping funciona vai além. Perceba que, logo abaixo do campo em que digitei o termo air fryer, existem ícones que refinam a busca do termo – para exibir somente Shopping, imagens, vídeos etc. Ao clicarmos em Shopping, adentramos a ferramenta para valer.

Google Shooping

Primeiramente, a página do Google Shopping exibe os produtos lado a lado. Ao rolarmos para baixo, a lista é vertical.

Google Shooping

Chamo a atenção para o refinamento da busca que se torna cada vez mais específica de acordo com as necessidades do usuário. Observe o lado esquerdo das duas últimas imagens. Nele, o Google Shopping permite filtrar os resultados obtidos de acordo com uma série de quesitos, como, por exemplo, faixa de preço, categoria, método de cozimento, tipo, capacidade, potência e marca, recursos, condição (novo ou usado) e vendedores, logo abaixo.

Já deu para perceber que o serviço é uma mão na roda e chama bastante a atenção dos usuários que estão interessados no produto, não é mesmo? Sendo assim, estamos diante de uma oportunidade excelente para que o seu produto ganhe visibilidade.

Mas, tendo entendido como funciona o Google Shopping e visto alguns dos vários recursos da ferramenta… como fazer com que a minha loja figure lá? 🤔

Como incluir a minha loja no Google Shopping?

Depois de ter compreendido como funciona o Google Shopping, é hora de saber como incluir a sua loja nessa ferramenta. Afinal de contas, quem não é visto não é lembrado! Antes de começar, saiba que você precisa ter uma conta ativa no Google Ads. Imaginamos que você já conheça o serviço, mas se ainda for um iniciante, confira mais informações sobre essa plataforma para a criação e gerenciamento de anúncios online

Vamos lá: em primeiro lugar, crie uma conta no Google Merchant Center. Em seguida, integre-a à sua conta do Google AdWords. Mas por que isso? Porque é através do próprio Google AdWords que você irá configurar a sua campanha, definindo o quanto destinará do seu orçamento para tentar figurar entre as primeiras posições exibidas pelo Google Shopping, dada a relevância das características do seu produto para a busca feita pelo usuário, bem como informar os atributos do seu produto, que serão as variáveis determinantes na exibição do seu produto – e não a palavra-chave! Quanto mais informações você disponibilizar, melhor. Exemplos:

  • Identificadores exclusivos dos produtos;
  • Nomes dos produtos;
  • Descrições dos produtos;
  • Disponibilidade dos produtos;
  • Data-limite de exibição do produto;
  • Preços promocionais;
  • Medidas e dimensões;
  • Parcelamentos;
  • Páginas de destino na loja;
  • URLs das imagens principais e adicionais;
  • Nome da marca;
  • Categorias dos produtos definidas pelo Google e por você etc.

Essas informações precisam ser enviadas para o Google em arquivo XML (formato criado a partir de uma planilha no Excel, por exemplo) e atualizadas em até 30 dias. 👩‍💻

Diferença entre Google Shopping Ads e Google Ads

Conforme o exposto, o Google Shopping Ads é uma ferramenta que funciona como uma vitrine virtual e entra em ação quando um usuário está buscando por um produto no Google ou, até mesmo, por meio de anúncios em outros sites. Mas qual é a diferença entre o Google Shopping Ads e o Google Ads? Basicamente, nas campanhas feitas no Google Ads, é você quem escolhe as palavras-chave para posicionar o seu negócio nos resultados das buscas. Já no Google Shopping Ads você é responsável por configurar o seu produto, mas é o próprio Google quem se encarrega de definir quais são as palavras relevantes para o seu anúncio. 🔎

Benefícios do Google Shopping para as empresas

Sabendo como funciona o Google Shopping, dá para ter uma ideia das vantagens que ele pode trazer para a sua empresa, não é mesmo? Para convencer você da importância da ferramenta para quem vende pela internet, confira os benefícios que listamos a seguir. 

  1. Aumento de tráfego na sua loja virtual: o Google Shopping exibe o seu produto de maneira bastante atrativa para o usuário, conforme foi possível perceber: a posição é privilegiada, as fotos chamam atenção e a organização das informações é clara. Desse modo, é ele quem atrai a maior parte do público, conquistando maior tráfego no seu e-commerce;
  2. Leads qualificados: nós já falamos sobre a qualificação de leads na jornada do cliente e no funil de vendas, lembra? Então, outra vantagem de anunciar no Google Shopping é que os leads que chegam até você já estão em um estágio mais avançado do funil, demonstrando conhecimento sobre o produto, intenção de compra e figurando a poucos passos de fechar a compra;
  3. Mais conversões: ao ter como visitante um lead qualificado, as chances de que ele finalize a compra são mais altas. Para o seu negócio, isso significa maior lucratividade!
  4. Monitoramento da performance dos seus produtos: um dos maiores benefícios de toda estratégia de marketing digital é a possibilidade de monitoramento. Ao utilizar o Google Shopping, todas as variáveis do produto inseridas na ferramenta se tornam passíveis de análise. Além disso, é possível estabelecer comparações com o desempenho de produtos concorrentes por meio do histórico do segmento! Incrível, não é mesmo? Isso tudo contribui para que você direcione a sua verba para o que mais tem dado certo e aumente as suas vendas. 🤑

Dicas para usar o Google Shopping

É a sua experiência com o Google Shopping que vai definir a melhor maneira de usá-lo a seu favor. No entanto, se você está à procura de dicas para começar, não deixe de levar os seguintes itens em consideração: insira o máximo de informações sobre o seu produto, inclusive imagens, otimize o conteúdo para dispositivos móveis, aposte em preços promocionais, invista na redação e não gaste dinheiro gerando cliques que não são relacionados ao seu negócio ou incluem palavras negativas, por exemplo (existe a opção de bloqueá-las).

Antes de finalizarmos o artigo, mais uma curiosidade sobre como funciona o Google Shopping: faz pouco tempo (desde a black friday de 2020), mas a ferramenta agora inclui resultados orgânicos nos seus resultados – o mais comum é que o anunciante pague à plataforma para garantir a sua exibição. E, para figurar lá, a tática é uma velha conhecida: investir em técnicas de otimização de SEO! Tenha em mente fatores como: title tag atrativa, descrição detalhada dos produtos, preço competitivo, atualização constante do seu site e boas avaliações. 👀

E aí, gostou do nosso post sobre o que é e como funciona o Google Shopping? Já utiliza o serviço ou vai começar? Comente abaixo e compartilhe com os amigos! 😉

Anúncios online Google Ads e FaceAds - PrimesoftAnúncios online Google Ads e FaceAds - Primesoft

😴 Não perca Clientes para o Concorrente

Se você ainda não investe em anúncios na internet, com 100% de certeza podemos afirmar que você está perdendo clientes para seus concorrentes. Apesar da mensagem ser dura, você precisa ouvi-la, ou continuará perdendo vendas importantes. As Campanhas de Anúncios online são oportunidades para que sua empresa consiga aumentar as venda, mesmo sem possuir grandes orçamentos para compra de mídia paga. A plataforma do Google Ads, bem como a do Facebook Ads (que também serve para o Instagram), permite a criação de anúncios performáticos com orçamentos significativamente inferiores às mídias tradicionais, como TV e rádio. Com uma verba de mídia de R$ 2.000 / mês já é possível colocar sua primeira campanha de divulgação para rodar, com gestão profissional realizada pela equipe da Primesoft.

Entre em contato conosco

Quer receber mais conteúdos como esse em seu e-mail?

Preencha o formulário abaixo para receber nossos conteúdos e torne-se um membro da comunidade PRIME!
Informe o seu nome.
Informe o nome da empresa.
Informe um e-mail válido.